g2h

level

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Comprometido ou “de corpo presente“?

Aqueles que se comprometem com suas metas, conseguem atingir os resultados em todas as áreas da vida. Assumem compromisso consigo mesmo, são otimistas e perseverantes. O comprometimento se desenvolve de dentro para fora, é uma decisão pessoal, o querer fazer e fazer com excelência. É uma atitude responsável.

Não bastam apenas expressões se não temos ações. Não basta dizer que temos um objetivo, se não lutarmos por ele.

Encontramos muitas pessoas acomodadas nas funções que exercem, porém, pouco comprometidas com os objetivos que dizem ter. Precisamos ter atitude, tomar decisão, definir objetivos e, acima de tudo, sair do status "querer" para o "fazer".
 
Não basta ter objetivos se não tiver ações e metas, há pessoas que passam a vida esperando as coisas acontecerem e não fazem nada para que elas aconteçam de verdade, são pessoas descomprometidas, desmotivadas que apenas realizam só o que é pedido e não conseguem ir mais além.


Acima de tudo é necessário estar comprometido consigo mesmo, aspectos de valores e personalidade.

Somos influenciados positiva ou negativamente por nossos gestores e ambientes externos, fator que pode tornar motivo para desistência.

Somos responsáveis em planejar nossas vidas, superar os desafios, buscar resultados e objetivos.

Pessoas comprometidas são exemplos na medida em que demonstram postura adequada, alinhamentos com as diretrizes da Empresa, obedecem a fluxos e procedimentos, mantêm foco nos resultados e influenciam a equipe. Aqueles que estão apenas de corpo presente, infelizmente prejudicam todos os processos e seus resultados. Temos na Empresa os dois tipos de profissionais.

Em diversos departamentos existem pessoas que já são intitulas "patrimônios" da Empresa. Estão lá há um bom tempo, exercendo basicamente a mesma função.

Algumas, inclusive, reclamam da situação e, em contra partida, não tomam nenhuma ação em benefício próprio.
 
Nas organizações, há pessoas que deixam a vida e as oportunidades passarem, reclamam que nada de bom acontece e que nada vai mudar, porém nada fazem para reverter essa situação que não é favorável. Somos responsáveis  de idealizar e concretizar nossas metas quando somos comprometidos com elas.

Pessoas felizes, comprometidas com seus valores e seus objetivos pessoais contribuem positivamente em todas as relações sociais e profissionais onde atuam, tornam-se pessoas interessantes, positivas, transmitindo energia e segurança.

Muitas não gostam do trabalho que exercem. São negativas, infelizes, executando mal, enganando-se e comprometendo o seu futuro e de sua empresa.

O maior exemplo está nos resultados das empresas e das equipes, onde há concursos, incentivos e reconhecimento. É previsível acertar os potenciais ganhadores. São sempre os mesmos, transmitidos pela energia, segurança, motivação, compromisso e habilidades que se adaptam em variadas situações.

De outro, a maioria com paradigmas, desconfortos, reativos e sem estímulo para vencer e aproveitar oportunidades de desenvolver ou mostrar suas habilidades, fazendo o que não gostam por obrigação. Algumas são envolvidas, não comprometidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquise no google

Postagens populares

Pesquise no google

Google+ Followers

Google+ Badge